Astronautas da NASA voltam para a Terra com a Crew Dragon Demo-2 da SpaceX

Os astronautas da NASA Robert Behnken e Douglas Hurley pousaram no Golfo do México, próximo a cidade de Pensacola na Flórida, às 15:48 Horário de Brasília, na primeira missão tripulada dos EUA nos últimos 9 anos. A Crew Dragon da SpaceX, com dois astronautas americanos, amerissou (Splashdown) no oceano neste domingo.

Na noite do último sábado, Behnken e Hurley desacoplaram a Crew Dragon da Estação Espacial Internacional (ISS), iniciando a preparação para retornar à Terra. Os pára-quedas diminuíram a velocidade da cápsula de cerca de 560 km/h para aproximadamente 7 km/h durante a queda.

A amerissagem envolveu desafios que não ocorriam em 45 anos. O touchdown marca o primeiro pouso americano em água, tripulado, desde a missão Apollo-Soyuz, colaboração entre Estados Unidos e União Soviética em 1975.

Cápsula Crew Dragon
Crédito: SpaceX

O futuro das Missões Espaciais

A missão de Hurley e Behnken serviu como demonstração de ponta a ponta do “serviço de táxi” astronauta que a empresa do empresário de tecnologia Elon Musk, estará vendendo para a Nasa a partir de agora. Além disso, a Boeing também trabalha em soluções para o lançamento de sua cápsula, mas teve sua missão adiada após encontrar problemas de software em sua cápsula Starliner.

O sucesso da missão da tripulação inicia uma nova era para a agência espacial americana. A NASA afirma que contratar prestadores de serviços dessa maneira economizará bilhões de dólares, podendo ser direcionados a novos projetos como a ida dos astronautas à Lua.

A presidente e COO da SpaceX, Gwynne Shotwell, acrescentou: “Hoje é um ótimo dia. Deveríamos comemorar o que todos fizemos aqui, trazendo Bob e Doug de volta, mas também devemos pensar nisso como um trampolim para fazer coisas ainda mais difíceis como o programa Artemis e, é claro, seguir para Marte “.

Gwynne Shotwell
Gwynne Shotwell, Presidente e COO da SpaceX
Crédito: SpaceX

A experiência dos astronautas no retorno da Crew Dragon

Sabe-se que os desembarques aquáticos podem provocar enjoo, pois os viajantes espaciais já estão desorientados pelo ‘retorno à gravidade’, podendo afetar os fluidos no ouvido interno, que são cruciais para orientação e equilíbrio. Reconhecendo isso, Behnken e Hurley notaram que a cápsula Endeavour havia sido equipado com o “hardware apropriado” necessário para lidar com intensos surtos de náusea.

Ambos estão de volta em segurança à Terra, e afirmam que aguardam ansiosos em passar nos exames médicos para reverem suas famílias.

Spashdown dos astronautas da Crew Dragon.
Spashdown dos astronautas da Crew Dragon
Crédito: NASA

  • Post last modified:03/08/2020
  • Reading time:3 min(s) read