Rocha espacial “escapa” da atmosfera da Terra e retorna ao espaço

Uma rocha espacial pode ser observada deslizando pela atmosfera da Terra. O meteoroide foi avistado ao norte da Alemanha e da Holanda, chegando a 91 km de altitude, muito abaixo de quaisquer satélites em órbita. O evento ocorreu no último 22 de setembro, ainda nas primeiras horas do dia.

Um meteoroide é normalmente um fragmento de um cometa ou asteroide que dá origem a um meteoro ao penetrar na atmosfera. A maioria deles se desintegra, possivelmente com pedaços atingindo o solo como meteoritos. Este visitante, no entanto, não desceu o suficiente para queimar completamente e conseguiu retornar, apenas tocando as bordas do escudo protetor de gases da Terra.

A passagem deste meteoroide foi registrada por uma câmera da rede Global Meteor Network (GMN) e compartilhada no Twitter pela ESA.

O meteoroide conhecido como “Earthgrazer”, caracteriza-se por “pular” na atmosfera da Terra e já sair logo em seguida. Tratam-se de meteoroides raros, ocorrendo somente algumas vezes por ano, em comparação aos milhares meteoros que observamos no mesmo período. Entretanto, ainda não há detalhes sobre corpos familiares que possam ter originado o objeto, porém foi possível rastrear a rocha até uma órbita da família de Júpiter.

O GMN trabalha na produção de dados como as trajetórias dos meteoroides e órbitas e os disponibilizam ao público e comunidade científica. Para isso, intensifica a cobertura de câmeras ao redor do mundo, auxiliando na compreensão do mecanismo que conduzem os meteoritos à Terra.

O Escritório de Defesa Planetária da ESA, parte do novo Programa de Segurança Espacial da Agência, também está trabalhando para compreender melhor o risco das rochas espaciais, avaliar as consequências de impactos futuros e até mesmo desenvolver métodos de desvio de asteróides perigosos.

  • Post last modified:30/09/2020
  • Reading time:2 min(s) read