SpaceX ganha contrato para missão de ciência espacial da NASA

A SpaceX foi escolhida pela NASA para lançar uma missão científica espacial juntamente a várias cargas secundárias. Esta representa mais uma vitória da empresa para missões científicas da NASA.

O anúncio feito em 28 de setembro de 2020, fechou um contrato com a SpaceX para o lançamento de sua nave interestelar Mapping and Acceleration Probe (IMAP) em 2024. O lançamento partirá de Cabo Canaveral em um foguete Falcon 9. O contrato totaliza 109,4 milões de dólares para cobrir o lançamento e demais custos adicionais.

A missão IMAP da NASA, foi selecionada para desenvolvimento em 2018 como parte de seu programa Solar Terrestrial Probes. A operação ocorrerá no ponto L-1 de Lagrange, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra na direção do sol, para estudar a fronteira da heliosfera do sol com o espaço interestelar e medir a geração de raios cósmicos.

A sonda de mapeamento e aceleração interestelar da NASA será lançada em um Falcon 9 em 2024, com várias cargas secundárias.
Crédito: NASA

O lançamento também levará várias cargas úteis secundárias como parte de uma iniciativa da NASA para aproveitar a capacidade excedente em missões científicas. Dentre estas, estão presentes o Lunar Trailblazer smallsat da NASA. Este, orbitará a lua para procurar gelo de água. Há também a missão Space Weather Follow-On L-1 da NOAA, que tratará do monitoramento do clima espacial. Assim como o IMAP, operará no ponto L-1.

Outros contratos conquistados pela SpaceX

O contrato é portanto, o mais recente de uma série de vitórias para a SpaceX em competições para o lançamento de satélites científicos da NASA. Esses prêmios, no entanto, tiveram uma ampla gama de valores de contrato, mesmo para a mesma classe de veículo de lançamento.

Em abril de 2019, a SpaceX foi a ganhadora de um contrato para o lançamento da missão Double Asteroid Redirection Test da NASA em 2021 no valor de 69 milhões de dólares. Além disso, nos 3 meses seguintes, a empresa ganhou um contrato para o lançamento do Smallsat Imaging X-Ray Polarimetry Explorer. Este, avaliado em 50,3 milhões de dólares. Por fim, em fevereiro de 2020, ganhou também um contrato para o lançamento da espaçonave Plâncton, Aerossol, Nuvem e Ocean Ecosystem no valor de 80,4 milhões de dólares.

Todos os lançamentos usarão foguetes Falcon 9. Uma razão pela qual a missão IMAP pode ser mais cara do que as outras é a maior complexidade da missão, por incluir várias cargas secundárias indo para o ponto L-1 e para a lua.

  • Post last modified:29/09/2020
  • Reading time:3 min(s) read