Missão BepiColombo buscará vida em Vênus nesta noite

A Missão BepiColombo, origem de uma fusão entre as Agências Espaciais Europeia e Japonesa irá buscar por sinais de vida na atmosfera do Planeta Vênus nesta quarta-feira (14). O anuncio foi feito após ter sido detectada a presença de fosfina no território venusiano.

Os pesquisadores, por sua vez, usaram Vênus como uma medida de linha de base, como um exemplo de mundo estéril, quando a detecção de fosfina foi feita. Entretanto, o gás é encontrado na Terra como resultado do metabolismo de pequenos seres vivos.

A passagem programada da espaçonave é parte de uma série de passagens que ela deverá realizar até que chegue em órbita ao redor de Mercúrio em 25 de dezembro de 2025. A BepiColombo foi lançada em um foguete Ariane-5, partindo do Centro Espacial da Guiana no dia 20 de outubro de 2018, realizando um voo solitário da Terra no início deste ano em 10 de abril de 2020.

BepiColombo se preparando para o lançamento. Crédito: ESA / CNES / Arianespace
Sobrevoo sobre Vênus
Crédito: ESA

Detalhes da Missão BepiColombo

Embora esta possa representar uma oportunidade para encontrar provas reais, é possível que a missão não tenha tamanho alcance, já que foi planejada anteriormente às evidências terem sido encontradas. Entretanto, a sonda poderá realizar novas tentativas já em agosto do próximo ano, quando estará a apenas 640 quilômetros da superfície de Vênus.

As operações da ESA irão enviar um tweet ao vivo hoje à noite, começando às 00:30 Horário de Brasília.

Detalhes reais nos topos das nuvens venusianas extraídos através de filtros ultravioleta.
Crédito: Roger Hutchinson

Os pesquisadores aproveitarão a distancia de aproximadamente 10 mil km da superfície para uma preparação para o ano seguinte. A sonda estudará com precisão, traços de dióxido de enxofre, o que pode representar a presença de vulcões ativos no planeta.

Na Terra, a fosfina é reativa e só é reabastecida pela atividade vulcânica, assim como pela presença de vida. Porém, Vênus exigiria níveis mais elevados de atividade vulcânica do que conhecemos para produzir as quantidades de fosfina observadas no estudo.

A impressão de um artista sobre o vulcanismo em Vênus.
Crédito: NASA / Peter Rubin

Ainda que a sonda espacial tenha Mercúrio como planeta destino no final de outubro, pretende-se aproveitar as visitas da BepiColombo a Vênus como forma de se aprofundar sobre suas características para futuras missões.

É possível avistar Vênus ao amanhecer utilizando binóculos ao procurar pelo o cometa de magnitude 8 C / 2020 P1 NEOWISE baixo o leste.

Olhando para o leste na manhã de 31 de outubro.
Crédito: Stellarium

  • Post last modified:15/10/2020
  • Reading time:3 min(s) read